terça-feira, 1 de agosto de 2017

VEJA ESSA NOTICIA

Homem morre durante cirurgia para aumentar o pênis. Foto: Reprodução


Antes de terminar o procedimento, o coração da vítima começou acelerar
Conforme uma reportagem publicada nesta segunda-feira (31) pelo portal do jornal britânico Daly Mail, um homem morreu durante uma cirurgia de aumento de pênis.

Segundo o portal, o incidente aconteceu na Suécia.

A vítima, que não teve o nome revelado, tinha 30 anos, e seu estado de saúde estava apto para o procedimento da cirurgia, que tinha como objetivo transferir gordura do estômago para o pênis da vítima.

Segundo informações, primeiro os cirurgiões realizaram o procedimento de alongamento, o que envolve fazer uma incisão para afrouxar um ligamento na base do órgão genital do homem.


Então os médicos começaram a injetar células de gordura.




Segundo informações divulgadas pelos médicos, antes de terminar o procedimento, o coração da vítima começou acelerar.

Logo, seus níveis de oxigênio começaram a cair, junto com sua pressão sanguínea.

Em seguida, a vítima sofreu uma parada cardíaca, de acordo com o Journal of Forensic Sciences, citado pelo Daily Mail.

Os médicos realizaram os procedimentos necessários para tentar salvar o paciente.


Em seguida, ele foi encaminhado em estado grave para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas, devido à gravidade de seu quadro, o homem acabou não resistindo e morreu horas depois.

Conforme os relatórios médicos, a vítima já teve uma asma leve, mas a sua morte não está ligada ao problema de saúde que ele teve no passado.

Segundo os médicos, a vítima morreu de uma embolia gorda.



Isso ocorre quando o tecido adiposo passa para a corrente sanguínea e se aloja nos vasos sanguíneos do pulmão e outros locais, resultando em insuficiência respiratória.

De acordo com o que cirurgiões afirmaram, o alongamento e o alargamento do pênis são considerados um procedimento simples e seguros. Porém, advertem que as complicações podem ser maiores quando ambos os procedimentos são combinados.

Embora esta seja a primeira morte relatada nesse tipo de cirurgia, os especialistas dizem que os procedimentos muitas vezes levam a outros problemas sérios.

"É um procedimento completamente inútil que nunca funciona e desfigura os homens e pode matá-lo.

Fotos: Reprodução

Este é o pior caso, mas há muitas outras consequências horríveis, desde a desfiguração até a disfunção erétil permanente, além de outros problemas", disse o urologista Tobias Kohler, da Clínica Mayo, em Rochester, Minnesota, nos Estados Unidos.

Segundo o especialista, os resultados desses procedimentos muitas vezes são decepcionante e não vale a pena correr os riscos.

"O problema com a injeção de gordura é que, ao longo do tempo, o corpo irá reabsorver a gordura, o que pode resultar em um retorno ao tamanho original do pênis", disse o professor e consultor de medicina sexual Kevan Wylie. 

Blasting

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o