sexta-feira, 11 de agosto de 2017

VEJA ESSA NOTICIA

Apucarana registra 500 casos de mordidas de animais por ano

Saúde alerta dos cuidados para prevenir infecções como a raiva humana
Uma medida recomendada pelas autoridades de saúde, a procura de assistência médica devido a mordidas de cães e gatos está cada vez mais frequente em Apucarana, conforme dados dos Setores de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Autarquia Municipal de Saúde de Apucarana (AMS). Em 2015 foram notificados 456 casos contra 651 do ano seguinte. Em 2017, levantamento parcial indicava 289 casos até meados de junho. A conduta correta nos casos de mordidas de animais é encaminhar a vítima para um serviço de saúde, visando receber a orientação específica. A primeira medida, no entanto, ainda em casa, é lavar bem a ferida lavada com água e sabão, deixando-se que a água escorra por alguns minutos sobre o ferimento. Essa orientação deve ser levada a sério pela população, especialmente a partir de julho desde ano, quando uma mulher morreu vítima de raiva humana, contraída pela mordida de um gato de rua, em Recife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o