terça-feira, 4 de julho de 2017

FOZ DO IGUAÇU

Vereadores de Foz são cassados por quebra de decoro

Cinco vereadores da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, tiveram os mandatos cassados durante sessão extraordinária realizada no último sábado (1º). O Conselho de Ética da Câmara apontou que houve quebra de decoro parlamentar de Anice Gazzaoui (PTN), Darci Siqueira (PTN), Edílio Dall´Agnol (PSC), Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN).

Os cinco vereadores foram presos no final do ano passado durante a Operação Pecúlio por suspeita de participação em um esquema de corrupção investigado pela Polícia Federal. Integrantes da Câmara, da Prefeitura de Foz do Iguaçu e empresários teriam direcionado processos licitatórios. Segundo as investigações, os vereadores teriam recebido uma espécie de "mensalinho". Mesmo presos, os parlamentares foram empossados em janeiro durante sessão tumultuada e com escolta policial. Posteriormente, eles foram afastados dos cargos por determinação da Justiça.

De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara de Foz do Iguaçu, a sessão extraordinária deste sábado foi presidida pelo vereador Elizeu Liberato (PR). Os projetos de resolução pela cassação dos mandatos foram votados separadamente. Em cada um dos cinco projetos houve 13 votos favoráveis.

Dos 15 parlamentares, apenas um não permaneceu na sessão. Anderson de Andrade (PSC) deixou o plenário antes do início das votações. Já o vereador Beni Rodrigues (PSB) foi o único que votou contrário à cassação do mandato dos vereadores. O parlamentar também chegou a ser preso no final do ano passado por suspeita de envolvimento no esquema investigado pela Polícia Federal. A cassação dos mandatos será oficializada nesta semana com a publicação em Diário Oficial e a comunicação das decisões para a Justiça Eleitoral.
Reportagem Local/folha de londrina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o