segunda-feira, 17 de julho de 2017

ACIDENTE

Baterista de dupla sertaneja morre após acidente com carro que transportava banda para show em MT

Rodrigo e a dupla João Ricardo e Juliano sofreram acidente na BR-070 no dia 23 de junho. Ele teve fraturas no braço direito e na bacia e estava na UTI.

O baterista da dupla João Ricardo e Juliano, Rodrigo Rondon da Costa, de 32 anos, morreu na madrugada de domingo (2) depois de sofrer duas paradas cardíacas. Ele estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto Socorro de Cuiabá desde o dia 23 de junho.
O corpo do músico foi velado na Capela Santa Rita, na capital, nesse domingo e sepultado nesta segunda-feira (3), no Cemitério Parque Bom Jesus, também em Cuiabá.
Rodrigo, os cantores João Ricardo e Juliano e outros músicos sofreram um acidente quando seguiam para um show em Cáceres, a 220 km de Cuiabá. No dia 23, o carro que eles estavam colidiu com uma carreta na BR-070, no município de Nossa Senhora do Livramento, a 42 km da capital. 

Rodrigo teve fraturas no braço direito, na bacia, além de escoriações por todo o corpo. De acordo com o vocalista João Ricardo Amorim, os médicos não conseguiram identificar ferimentos internos, pois a unidade não dispõe de aparelho de tomografia próprio para pessoas obesas.

João Ricardo, que dirigia o veículo que transportava a banda, contou que visitou Rodrigo no sábado (1º) à noite. "Logo notei que havia algo de errado, ele estava diferente", lamentou.
Carro que transportava banda ficou destruído após colisão com carreta (Foto: João Ricardo Amorim/ Arquivo pessoal) 
No acidente, além de Rodrigo, João Ricardo e Juliano e outros dois músicos ficaram feridos. Mas todos tiveram alta e só o baterista ficou na UTI, em estado grave.
Mas como ainda estão em recuperação os integrantes da banda não conseguiram cumprir a agenda de shows e receberam a ajuda de amigos, que fizeram um evento em prol dos músicos. O evento foi realizado na quarta-feira (28) em uma casa de shows em Cuiabá e arrecadou R$ 1,3 mil. 

O baterista fazia parte da banda há cerca de nove anos. "Ele era parte da família. Ficamos muito surpresos. Tínhamos certeza de que ele sairia dessa", afirmou o amigo.


Fonte: G1 MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o