quinta-feira, 15 de junho de 2017

SEQUESTRO

Presos após sequestrar professora em Mauá da Serra

Dois ladrões foram presos pela Polícia Militar. Eles são acusados de sequestrar uma professora  na rua e a levar para casa, onde pretendia roubar objetos 
Na tarde de quarta-feira, dia 14 de junho, véspera de feriado, recebemos informações de um sequestro em andamento na cidade de Mauá da Serra. O pai de um aluno relatou, para os Policiais, Soldados Fernandes e o Moreira, que foi buscar o filho na escola, quando percebeu que uma professora estava sendo sequestrada. Dois bandidos tomaram de assalto um Golf de cor prata, que pertence a educadora e a levaram como refém. Testemunhas também perceberam que, além dos dois meliantes que estavam com a vítima, havia um Corsa branco, com placas de Mauá da Serra, com mais três meliantes dando cobertura. Como os marginais seguiram em direção a casa da mulher sequestrada, que fica na Rua Paulo Jefer, no Jardim União, a equipe do Destacamento local, pediu reforço para o Décimo Batalhão e foi para o local para prender os marginais. Com a chegada dos PMs na residência, foi possível observar dois homens correndo na garagem, com armas de fogo em punho. Eles ainda abriram o portão eletrônico com intuito de empreender fuga com o Golf, mas receberam voz de abordagem. Os assaltantes reagiram e um deles atirou contra os Policiais; houve o revide, mas ninguém ficou ferido. Os sequestradores foram abordados, presos na garagem e identificados por: Claudinei Correia Machado, de 31 anos, e Leandro da Conceição, 30 anos. Os dois são de União da Vitória em Londrina. Eles estavam com duas armas de fogo: uma pistola 7,65 com uma munição apresentando sinal de tentativa de deflagração e um revólver cal. 38 com uma munição deflagrada, bem como, alguns objetos da residência: TV e um teclado musical que já estavam no veículo da vítima que seria roubado. Ao entrar no imóvel, a professora e mais vítimas foram encontradas amarradas com fitas adesivas. A polícia fechou o cerco na região na tentativa de prender os outros três bandidos que fugiram em um Corsa branco, equipado com aerofólio, mas os demais suspeitos não foram localizados. Apesar da situação de violência, que preocupada a comunidade, o Décimo Batalhão parabenizou o Soldado Moreira e Soldado Fernandes,  de Mauá da Serra, que estavam de plantão, pela ação corajosa  que resultou na prisão dos quadrilheiros, antes da chegada do reforço. Berimbau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o