terça-feira, 27 de junho de 2017

É NOTÍCIA.



Piloto de avião interceptado com mais de 600 kg de cocaína informou à FAB plano de voo falso, diz delegado.
Resultado de imagem para Piloto de avião interceptado com mais de 600 kg de cocaína informou à FAB plano de voo falso, diz delegado
O piloto da aeronave que foi interceptada com 634 kg de cocaína em Goiás, Apoena Índio do Brasil, disse à Polícia Federal (PF) que informou um plano de voo falso à Força Aérea Brasileira (FAB). Segundo o delegado responsável pelo caso, Bruno Gama, Apoena afirmou que criou uma trajetória para repassar às autoridades caso fosse abordado, como ocorreu.
"Ele [piloto] informou que repassou um plano de voo como se tivesse saído de uma fazenda no Mato Grosso, e que fosse a outra fazenda, mas na verdade, como ele mesmo alegou, seria um plano de voo falso. Ele não saiu daquela fazenda", disse o delegado em entrevista à TV Anhanguera.
Inicialmente, a FAB afirmou que o piloto da aeronave disse ter decolado da fazenda Itamarati Norte, no Mato Grosso, arrendada para a empresa Amaggi, da família do ministro da Agricultura, Blairo Maggi. No entanto, após serem presos, o piloto e o copiloto, Fabiano Júnior da Silva, disseram à PF que saíram da Bolívia com destino a Jussara, no noroeste goiano, sem passar pela propriedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o