terça-feira, 1 de agosto de 2017

SETOR POLICIAL

Mulher acusada de furto e desacato em Rio Branco

Policial Militar foi agredido com um tapa na face. A agressora é acusada de furto em uma Lan Hause. Ela estreou o camburão da nova viatura do Destacamento.

Nesta segunda-feira, dia 31 de julho, a proprietária de uma Loja e Lan House, em Rio Branco do Ivaí, de nome Angélica; procurou o Destacamento da PM onde encontrou o soldado que estava saindo de serviço, relatando que havia passado em seu estabelecimento, uma senhora identificada como Carla Aparecida dos Santos Pereira, exigindo dela um carregador e um fone de ouvido. Angélica pediu a ordem de serviço, o qual prova que ela teria depositados objetos na loja para reparos, pois desconhecia a posse desses equipamentos, mas a acusada apropriou-se de dois kits multimídia de computadores e saiu do local proferindo palavras de baixo calão. O Policial Militar, juntamente com a vítima, realizou diligências e, pouco depois, localizou Carla dentro de um Mercado, momento em que ela se alterou. Já fora do comércio, foi constatado que a mulher tinha uma sacola com os objetos supostamente furtados. Com a comprovação do delito, os soldado começou a ligar para a equipe da viatura e acabou surpreendido com um tapa na face, agressões que deixaram sinais de unhas. Ela também agarrou o colete balístico, tentando arranca-lo. Diante da injusta agressão, a moça recebeu voz de prisão, mas foi necessário uso da algemas. Com a chegada dos PMs de Plantão, foi lavrado o boletim, feito o laudo de exame de lesão corporal e encaminhada a autora para a Delegacia de Grandes Rios, a qual foi acusada de desacato, desobediência, ameaça, lesão corporal, resistência e furto. Com isso, Carla inaugurou a nova viatura da Polícia Militar, recém entregue pela prefeitura e governo do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o