terça-feira, 8 de agosto de 2017

PARANÁ.



Polícia prende mulher suspeita de participar de furto milionário a loja de veículos náuticos.
A polícia prendeu uma mulher suspeita de participar do furto milionário a uma loja de equipamentos e veículos náuticos em Maringá, no norte do Paraná, em 30 de julho. Os ladrões levaram veículos náuticos, dinheiro e cheques do comércio localizado na Avenida Colombo.
Segundo as investigações, a mulher faz parte da quadrilha responsável por outros furtos e roubos na cidade. Na casa dela, foram encontrados muitos objetos roubados, inclusive equipamentos que podem ter sido levados da loja de produtos náuticos.
O delegado de Furtos e Roubos de Maringá, Luis Carlos Alves, informou que, no momento da prisão, a mulher apresentou documentos falsos, pois havia um mandado de prisão contra ela pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.
“Como encontramos dois tipos de documentos com nomes diferentes, então rapidamente conseguimos verificar que ela estava se identificando falsamente, o que determinou sua prisão em flagrante”, detalhou.
A polícia procura agora outros integrantes da quadrilha, inclusive o marido da suspeita presa, que seria o líder da organização criminosa.
Alves contou que o homem tem uma extensa ficha criminal em outros estados, como em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Conforme Alves, ele tem mandados de prisão em aberto, alguns por crimes graves, como latrocínio.
“Ele utiliza nomes falsos justamente para evitar que durante uma abordagem a polícia identifique sua real identidade, efetuando a prisão”, informou o delegado.
A polícia afirmou que há indícios de participação da quadrilha em furtos que ocorreram em Maringá em lojas de armas, de bicicletas e de pneus, com ação similar à que foi adotada no furto da loja de veículos náuticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o