terça-feira, 1 de agosto de 2017

ESORTE

Coronel Vivida é campeão da Copa Coamo











Após empatar no tempo normal e vencer o time Araucária, de Mangueirinha, nos pênaltis, a equipe Caçador / Linha Tortelli / Alto Pinhal, de Coronel Vivida, sagrou-se campeã da Copa Coamo de Cooperados – Futebol Suíço 2017. Em terceiro lugar ficou Novo Sobradinho, de Toledo, e em quarto o Lageado, de Vila Nova. O final da Copa Coamo foi no último sábado (29), em Campo Mourão.
Realizada a cada dois anos, a competição é considerada a maior do segmento esportivo rural do país. As fases regionais foram de 06 de maio a 1º de julho, com etapas no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, de onde saíram as 33 equipes que disputaram a final. A competição foi marcada por 719 jogos e 1.760 gols.
A Copa Coamo é uma grande festa do cooperativismo e da família Coamo. Uma festa que integra e fortalece os laços de amizade e do orgulho da família Coamo. Participaram diretamente mais de sete mil cooperados – atletas e dirigentes-, e no geral, um público de 30 mil pessoas prestigiou as sete etapas regionais. “Os cooperados são bons no campo da produção e, também, no futebol. Os números consolidam toda uma alegria com elevado espírito esportivo, orgulho e entusiasmo da família Coamo. Uma família que valoriza este projeto de esporte e lazer, preparado e organizado com muito empenho, qualidade e dedicação pelos funcionários da cooperativa. Eles são voluntários em prol do lazer, entretenimento e satisfação da família cooperada”, comenta o presidente da Coamo José Aroldo Gallassini.
Como atração especial, o cerimonial de abertura contou com apresentação especial da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais, do Rio de Janeiro. Composta por 126 executantes nas graduações de suboficiais, sargentos e cabos, a banda tem como diferencial a presença das gaitas de fole, que contribuem para uma sonoridade única em suas apresentações em função do timbre característico.
A pira da Copa Coamo 2017 foi um espetáculo à parte e encantou a todos. Foi confeccionado um boneco representando uma pessoa, na figura de um homem, simbolizando o homem do campo. A homenagem foi prestada, um dia depois do “Dia do Agricultor”. O cenário apresentado com a pira foi uma homenagem ao homem do campo cooperado da Coamo, que produz alimentos com sabor e qualidade para o Brasil e para o mundo. 
A pira contou com a apresentação e entrada de 33 jovens, representando os campeões regionais. Elas foram as madrinhas e estavam vestidas com trajes típicos de países que receberam e recebem os produtos in natura e industrializados pela cooperativa que tem origem nos campos dos cooperados.
ORGANIZAÇÃO – Os preparativos do evento começaram com mais de um ano de antecedência, envolvendo mais de cem funcionários para que no dia tudo aconteça com muita organização e sintonia. “Parabéns a toda a nossa equipe de funcionários voluntários que capricharam e deixaram tudo muito bem organizado. Os cooperados elogiam essa organização da Coamo que faz da Copa Coamo uma grande festa do cooperativismo”, destaca Gallassini.
Marcelo Sumiya, presidente da Comissão Central Organizadora (CCO), acrescenta que a tranquilidade e o elevado nível de integração e companheirismo são elementos chave da Copa Coamo. “Os cooperados sabem qual é o espírito do evento dentro e fora de campo, mostrando que o mais importante é a participação e a confraternização”, comenta.
Segundo o coordenador geral da Copa Coamo, Paulo Gilmar Fuzeto, a Copa Coamo tem cumprido o objetivo. A cada nova edição, há uma evolução na parte de organização e técnica das equipes. “Disciplina é um ponto forte. Os cooperados e dirigentes participam com o objetivo de integração do quadro social e da família com funcionários e diretoria. Os associados se divertem, respeitando o regulamento e o adversário. É uma disputa sadia”, frisa Fuzeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o