quarta-feira, 2 de agosto de 2017

APUCARANA

 Crime brutal na zona norte

Moça usuária de drogas é assassinada e traficantes jogam corpo em fossa após desenterrá-lo e queimá-lo
A polícia localizou o corpo de Arízia Lemos, a "Liza", de 24 anos, na madrugada desta quarta-feira (2) em um fossa (poço) com 20 metros atrás de um ferro-velho na Rua João Matiuzzi, no Parque Bela Vista, na zona norte de Apucarana (norte do Paraná). Policiais civis, sob a coordenação do delegado José Aparecido Jacovós, estão no local junto com equipe do Corpo de Bombeiros. A rua foi interditada pela polícia. Equipes do Instituto Médico Legal (IML) e peritos do Instituto de Criminalística de Londrina também estão no local. Por volta de 1 hora, um rapaz com uma carriola e uma faca foi preso em um cafezal próximo ao local, mas a polícia ainda não divulgou mais detalhes. Ele havia saído da cadeia há dois dias,após ser preso por envolvimento com drogas. Segundo investigadores, suspeita-se que corpo teria sido desenterrado no cafeza e os traficantes o queimaram antes de jogá-lo na fossa atrás do ferro-velho. Há suspeita ainda de que o corpo possa ter sido esquartejado. A moça estava desaparecida há 72 dias. Usuária de drogas - Ainda conforme a polícia, Liza seria usuária de droga e teria sido morta por traficantes como forma de algum tipo de retaliação. Investigadores não descartam a possibilidade de ela ter sido esquartejada e há suspeita de que na fossa possa haver outro corpo,possivelmente de dependente químico que devia a traficantes. Mãe desesperada e filho de 2 anos - A mãe de moça foi na terça-feira (2) à tarde à Décima Sétima Subdivisão (SDP) para tratar com a polícia sobre o desaparecimento da filha e estava desesperada com o sumiço, registrado há 72 dias. Ela tem um filho de 2 anos e é dependente química desde os 14 anos. Liza já foi internada várias vezes e em uma ocasião sumiu por 40 dias. A Polícia Civil vai divulgar mais detalhes sobre a situação ainda durante a manhã. As informações são do portal Tn Online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o