sexta-feira, 21 de julho de 2017

PLANO DE SAÚDE

ANS regulamenta visitas técnico-assistências a operadoras de planos de saúde. Foto: Reprodução


Os prestadores de serviços terceirizados também poderão ser avaliados
Os usuários dos planos de saúde terão, a partir de agora, mais um recurso em benefício da alta qualidade da cobertura. É a visita técnico-assistencial, que permitirá o exame das instalações das empresas que oferecem os serviços. A regulamentação do serviço foi publicada hoje (20), pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), no Diário Oficial da União.

Atualmente, a ANS agenda visitas para sanar quadros graves de atendimento, que não serão substituídas pelo novo serviço.

O exame, que vai munir a agência de uma verificação da “confiabilidade dos dados” enviados pelas operadoras, será programado conforme o plano periódico de monitoramento do risco assistencial, dentro de critérios como capacidade operacional da empresa e análise do mercado como um todo.

O plano será semestral, divulgado amplamente, e com antecedência, às operadoras. Além de data e hora da vistoria, a ANS fica obrigada a notificar as operadoras sobre a documentação que poderá ser solicitada na ocasião. Os prestadores de serviços terceirizados também poderão ser avaliados. O aviso será feito por correio.

Na nota que exibirá os resultados, as colocações ficarão restritas à indicação “de anormalidades que possam constituir risco para a continuidade ou a qualidade dos serviços prestados, direta ou indiretamente”. Pelo documento, a ANS poderá pedir o arquivamento do processo que justificou a visita. Em outros casos, poderá acionar a Diretoria de Normas e Habilitação dos Produtos para adoção de medidas, ou para acompanhar o desenrolar de ações recomendadas na visita.

Em junho, os planos de saúde tiveram crescimento de 155.153 adesões, na comparação com o mês anterior. O total foi de 47.383.248 clientes.

Nos planos odontológicos, dos 22.669.357 beneficiários, 1.582.597 eram novos contratantes. Os dados foram atualizados na última terça-feira (17), pela ANS.

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o