sexta-feira, 14 de julho de 2017

BORRAZÓPOLIS

Plano Safra foi lançado pela agência Banco do Brasil em Borrazópolis

O Banco do Brasil vai destinar R$ 103 bilhões de recursos para a safra 2017/18. Desse total, R$ 11,5 bilhões serão destinados para as empresas da cadeia do agronegócio
Uma importante reunião foi realizada na manhã desta quinta-feira 13 de julho de 2017, na agência Banco do Brasild e Borrazópolis, reunindo agricultores de Kaloré e Cruzmaltina que receberam um convite da Gerente Geral - Rosana Bulla, para a reunião de lançamento do plano safra. No encontro o Assistente Técnico Rural da BB, Claudemir, de Ivaiporã, fez uma avaliação do Plano e disse que o Banco do Brasil está a disposição dos produtores rurais que desejam fazer a contratação de créditos ou outras operações financeiras. Alguns esclarecimentos, também foram feitos pela Gerente Rosana e pelo Washington, gerente de relacionamento. SOBRE O PLANO SAFRA - O Banco do Brasil vai destinar R$ 103 bilhões de recursos para a safra 2017/18. Desse total, R$ 11,5 bilhões serão destinados para as empresas da cadeia do agronegócio e R$ 91,5 bilhões em crédito rural aos produtores e cooperativas. Do montante, R$ 72,1 bilhões serão direcionados para operações de custeio e comercialização e R$ 19,4 bilhões para créditos de investimento agropecuário. DESTAQUES - Taxas - Redução das taxas em 1 ponto percentual para as linhas de custeio, investimento e comercialização da agricultura empresarial. PRONAMP – Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural – Em continuidade à política de apoio ao Médio Produtor Rural, destinando R$ 15,5 bilhões nesta safra. PRONAF - Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Sendo o principal banco da agricultura familiar, o BB estima aplicar R$ 14,6 bilhões. Além da manutenção das reduzidas taxas para financiamento através do Pronaf entre 2,5% a.a. e 5,5% a.a. PRONAF Mais Alimentos – A linha de crédito para investimento do Pronaf, o Pronaf Mais Alimentos, terá R$ 6,5 bilhões para financiamentos na safra 2017/18. ABC – Programa Agricultura de Baixo Carbono - O Banco do Brasil apoia a agricultura sustentável através do Programa ABC. Na safra 2017/18, o BB projeta conceder mais de R$ 1,5 bilhões em financiamentos destinados à essa finalidade. Armazenagem – Demonstrando o apoio creditício ao melhoramento da infraestrutura do País e da capacidade estática da armazenagem, o Banco do Brasil estima aplicar R$ 1 bilhão por meio do Programa de Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) na safra 2017/18. INOVAGRO – Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária - O Banco do Brasil incentiva a incorporação de inovação tecnológica no campo, a adição de boas práticas agropecuárias e a agregação de valor no campo. Para tanto, projeta financiar R$ 1 bilhão por meio do Inovagro na safra 2017/18. A abrangência do programa foi ampliada com a inclusão de equipamentos de agricultura de precisão e de sistemas de conectividade, para a gestão das atividades agropecuárias, entre as atividades financiadas pelo programa. Moderfrota – Em continuidade ao apoio à modernização no agronegócio, o Banco do Brasil estima aplicar R$ 700 milhões para operações de investimento por meio do Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota). Empresas do Agronegócio - O Banco do Brasil, fortalecendo os elos com o segmento produtivo antes e depois da porteira, disponibiliza R$ 11,5 bilhões para as empresas da cadeia do agronegócio. Fonte: Tarcísio Hübner Vice-Presidente de Agronegócios. W.Jhones

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o