segunda-feira, 31 de julho de 2017

ARAPUÃ

Prisão termina em confusão e desacato aos policiais

             NOTA DE ESCLARECIMENTO           
Durante prisão de jovem em Arapuã, houve reação  contra os PMs.  O detido dizia pertencer ao PCC.

Organizadores da Festa da Comunidade, que estava ocorrendo em Arapuã, entraram em contato com a nossa reportagem, para fazer uma nota de esclarecimento em relação a uma notícia veiculada, que narra detalhes da prisão de um jovem, fato que gerou muita confusão. Consta no boletim, que o fato teria ocorrido na referida festa, mas segundo os organizadores, o evento se encerrou antes da meia noite, e tal fato aconteceu já de madrugada em um outro ambiente, próximo ao local da festa, mas que não teve nada a ver com as festividades.  A organização lamenta todo o ocorrido e afirma que não se pode manchar a beleza de uma confraternização familiar esse tipo de acontecimento.  SOBRE O OCORRIDO - Conforme divulgamos, no município de Arapuã estava ocorrendo uma confusão no dia 29 de julho, a uma hora da madrugada. A briga terminou em tumulto. Um cidadão, que seria de nome Eduardo,  foi detido por ameaça, dano qualificado, desacato, desobediência e resistência. O fato ocorreu na Praça José Martins de Oliveira. Veja o boletim da Pm na íntegra: "A equipe de Policiais em patrulhamento, foi acionada por causa de um indivíduo de camiseta vermelha brigando na praça. No local, o jovem estava em vias de fato com outros elementos, e dada voz de abordagem, o mesmo arrancou a camiseta e o tênis e chamou a guarnição para luta corporal, ameaçando os policiais de morte e que iria atirar na cabeça de um por um, pois o mesmo pertencia a facção do PCC de Curitiba. Ainda ofendia a equipe policial e entrou em luta corporal com os soldados desferindo socos e ponta pés. Também tentou sacar a arma de um dos PMs sendo necessário o uso da força progressiva. Ele foi contido com uso de gás de pimenta e uso de algemas. Durante a situação, vários outros indivíduo avançaram contra a equipe, aproximadamente 15 pessoas, tentado resgatar o preso, sendo usado o bastão para dispersar a multidão que avançou dos Policiais. O jovem preso, durante o trajeto para a Delegacia, desferiu cabeçadas e chutes contra a grade de proteção do compartimento de transporte de preso e contra a porta traseira esquerda, que acabou quebrando a porta e a grade", informou a Pm. Berimbau

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o