segunda-feira, 24 de julho de 2017

ACONTECEU.



Homem denuncia esposa após agressão com cartão de crédito: 'Coração partido'.
Caso foi registrado na delegacia sede de Praia Grande, SP (Foto: João Paulo de Castro / G1)
Um motorista de 38 anos, morador de Praia Grande, no litoral de São Paulo, registrou um boletim de ocorrência de lesão corporal após ser agredido pela mulher, uma atendente de 39 anos. Segundo a vítima, trata-se da terceira vez que a esposa o deixa ferido durante uma briga.
O homem informou à polícia que, após o trabalho na sexta-feira (21), foi com os amigos a um bar e retornou para casa na madrugada de sábado (22). Ele foi recebido pela mulher, que o agrediu a pauladas e arranhões. Segundo a vítima, ela utilizou um cartão de crédito quebrado para cortá-lo.
"Eu estou errado por não ter chegado cedo em casa, mas quis me divertir com os amigos. Quando cheguei, ela me encurralou na cozinha e começou a me cortar. Cortou minha cara e meu peito e me socou. Não posso revidar, então a segurei", contou o motorista, que pediu anonimato.
As agressões foram seguidas de uma discussão. "Ela é muito possessiva e não concorda que eu me divirta. Essa foi a terceira vez. Antes dessa, ela pegou uma faca e eu tive que correr para o quintal. Fui registrar agora na policia para me proteger e tentar evitar uma tragédia", disse.
Eles são casados há 10 anos e têm dois filhos. "O que eu sinto é vontade de me livrar de tudo isso. Desejo tudo de bom pra ela, mas não quero mais ficar junto. Eu fico com o coração partido por tudo, por causa dos meus filhos. Estou me sentindo péssimo", desabafou.
Após o ocorrido, o motorista foi para a casa do irmão, em Guarujá (SP). Segundo ele, os dois chegaram a conversar e decidiram pela separação. "É melhor assim. Não adianta continuar. Essa era a última opção, mas vamos ter uma nova oportunidade de sermos felizes".
O caso foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande, por onde deverá ser investigado. Ele foi orientado a procurar um hospital na ocasião para ser medicado e os ferimentos tratados. Nesta segunda-feira (24), o motorista deve realizar exame no Instituto Médico Legal (IML).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o