segunda-feira, 26 de junho de 2017

UEL

Professores da UEL terão que revelar salários

Sem choro, nem vela. O Tribunal de Contas confirmou determinação para que todas as universidades estaduais do Paraná adotem o sistema informatizado de processamento da folha de pagamento já utilizado pelos demais órgãos da administração estadual desde 2012, mas que encontrava resistência nas universidades. Rejeitou recurso de professores da UEL (Londrina) que alegavam quebra de autonomia da instituição.
O relator do processo, conselheiro Ivan Bonilha, não aceitou os argumentos da UEL, de que a medida seria inviável tecnicamente e afrontaria a autonomia administrativa da universidade. O relator destacou que a Celepar atestou a viabilidade técnica de implantação do sistema nas universidades, mediante adequações. “Ademais, a autonomia das instituições de ensino superior não justifica a imposição de óbices à atividade de controle”, destacou o relator no voto, aprovado em plenário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o