quinta-feira, 8 de junho de 2017

TEMPORAL EM CASTRO

Depois de chuva, funcionários da prefeitura vão ao trabalho de barco

A chuva continua provocando transtornos nos Campos Gerais e na região central do Paraná nesta quarta-feira (7).
Em Castro, nos Campos Gerais, o Rio Iapó está dois metros acima do normal nesta manhã, segundo a prefeitura.
A Secretaria Municipal de Esportes, que fica perto do rio, ficou ilhada. Funcionários da prefeitura foram trabalhar de barco. Ruas que ficam na região central da cidade também estão alagadas.
Em Jaguaraíva, duas pontes caíram na cidade. A zona rural também registrou estragos. Em algumas escolas, as aulas foram suspensas.
Ao menos mil pessoas foram prejudicadas pela chuva, mas não há ninguém desabriagado ou desalojado, conforme a prefeitura.
Em Carambeí, nesta quarta-feira, são cerca de 40 casas sendo monitoradas por risco de desabamento e de deslizamento de terra.
Por enquanto, Jardim Novo Horizonte, Vila Banana e o bairro Iraque são os mais prejudicados na cidade.
Em Ponta Grossa, o Rio Ronda transbordou e interditou a BR-376 na terça-feira. Muitos motoristas tiveram que abandonar os veículos na rodovia.
Ruas que ficam na região central de Castro também estão alagadas (Foto: André Salamucha/RPC)
BR-376 alagada em Ponta Grossa (Foto: Luiz Fernando Kordel/Arquivo pessoal)

Região central

Na região central do Paraná, Prudentópolis está com problemas em estradas rurais nesta quarta-feira por causa da chuva; houve registro de deslizamentos.
A estrada principal que dá acesso ao distrito da Jaciaba, por exemplo, está intrafegável por conta de um deslizamento na região da Serra da Gralha.
Palmital teve 56 casas danificadas por um vendaval na madrugada de terça-feira (6). Os números são de um balanço que a prefeitura nos atualizou agora pela manhã.
Árvores caíram ou ficaram totalmente desgalhadas. Postes também foram entortados com força do vento que, segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), chegou a 78 quilômetros por hora na madrugada de terça-feira
Conforme a Defesa Civil de Palmital, ao todo, 280 pessoas foram atingidas.
chuva causou estragos em pelo menos 100 casas em Palmital (Foto: Miguel Burei Sobrinho/Arquivo pessoal)
Em Guarapuava, a Defesa Civil ainda fecha um balanço dos prejuízos. Um vendaval no início da noite de segunda-feira (5) prejudicou, de acordo com relatos de moradores, 16 casas no distrito de Entre Rios.
Já em Reserva do Iguaçu, a zona rural foi bastante castigada. a chuva prejudicou pelo menos 23 famílias na Vila Carvoeira, na zona rural, entre domingo (4) e segunda-feira.
Segundo a prefeitura, houve famílias desabrigadas, que perderam tudo; e também desalojadas, que tiveram que ser retiradas temporariamente de casa. Além da Vila Carvoeira, houve prejuízos em Butiá e em Faxinal dos Soares.
Ao todo, 184 pessoas foram atingidas.
Chuva prejudica famílias na zona rural de Reserva do Iguaçu (Foto: Roberto Lichevisk/Arquivo pessoal)
do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o