sexta-feira, 23 de junho de 2017

SETOR POLICIAL

PM ambiental prende homem com produção ilegal de carvão


Na manhã desta quinta-feira (22), uma equipe de policiais ambientais de Maringá foram até a cidade de Munhoz de Mello para verificar uma denúncia sobre uma propriedade rural localizada próxima ao matadouro municipal, em que alguém teria construído fornos para produção de carvão vegetal e estava queimando lenha de origem nativa. Além disso, o denunciante afirmou, também, que o proprietário estava utilizando mão de obra escrava. Conforme a Polícia Ambiental, foram encontrados três fornos em plena atividade, no local, e o proprietário disse que não possuía licença, permissão ou autorização do órgão ambiental. Ele foi preso e encaminhado para a delegacia de polícia civil de Santa fé para lavratura do termo circunstanciado, e a pena dele pode variar de um a seis meses de detenção. Já em relação ao uso de trabalho escravo e de queima de lenha de origem nativa, a Polícia Ambiental afirmou que não encontrou nenhuma prova. O Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o