quarta-feira, 28 de junho de 2017

É NOTÍCIA.



Opositores protestam contra Maduro um dia após helicóptero atacar Suprema Corte da Venezuela.
Os opositores políticos ao governo de Nicolás Maduro iniciaram na tarde desta quarta-feira (28) mais um protesto contra seu governo e a convocação de uma Assembleia Constituinte. O protesto desta quarta, chamado de "Gran Trancazo Nacional" ("Grande Bloqueio Nacional", em português), está previsto para acontecer até às 16h do horário local (17h, em Brasília).
A manifestação é realizada no dia seguinte ao ataque de um helicóptero contra a Suprema Corte e o Ministério do Interior, em mais um capítulo da perigosa escalada da violência que o país enfrenta.Vídeos e fotos postados nas redes sociais mostram manifestantes bloqueando avenidas de Caracas. No vídeo abaixo, postado no Twitter pela coalizão opositora MUD, é possível ver um grupo de manifestantes impedindo que motociclistas sigam em uma avenida na região de Chacao.A Venezuela vive uma onda de manifestações contrárias e favoráveis ao governo de Maduro. Segundo dados do Ministério Público da Venezuela, 76 pessoas morreram, mais de 1.500 ficaram feridas e centenas foram presos nos protestos desde 1º de abril. Na última quinta-feira (22), um jovem morreu em decorrência de disparos à queima-roupa da Guarda Nacional Bolivariana (GNB). Maduro classifica os protestos como uma tentativa de golpe em andamento com estímulo dos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o