terça-feira, 20 de junho de 2017

E NOTÍCIA.



Após invasão do plenário, presidente da Câmara de Curitiba suspende votação do pacotaço.
Servidores de Curitiba invadem Câmara Municipal no dia da votação do 'pacotaço' de ajuste fiscal  (Foto: Rodrigo Fonseca)
O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Serginho do Posto (PSDB), decidiu suspender, nesta terça-feira (20), a sessão que votaria quatro projetos de lei do pacote de ajuste fiscal da prefeitura pelo menos até segunda-feira (26). A decisão foi anunciada horas depois da invasão de servidores municipais no Plenário da Câmara.
Os projetos tramitam em regime de urgência e já tinham sido colocados em pauta no dia 13 de junho, mas a sessão também foi suspensa após os servidores ocuparem o prédio da Câmara. Os servidores são contra as propostas. Por conta disso, a categoria está em greve desde o dia 12 e já fez várias manifestações em frente à Câmara.Com o tumulto, quatro manifestantes se feriram, de acordo com os bombeiros. Além disso, uma pessoa foi presa.
Dos feridos, três foram atendidos no local e um foi encaminhado ao hospital com ferimentos moderados. Policiais usam cassetetes e spray de pimenta para conter manifestantes.
"Caí ali na escada, os caras me deram uma porretada na cabeça", disse o servidor João Carlos Filla, que foi quem teve os ferimentos considerados moderados pelo Corpo de Bombeiros.
No fim da manhã, Serginho do Posto lamentou a situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o