quarta-feira, 17 de maio de 2017

OPERAÇÃO LAVA JATO.

Foto mostra Lula e ex-presidente da OAS em sítio em Atibaia, diz PF.
Foto mostra Lula com ex-presidente da OAS em sítio em Atibaia  (Foto: Reprodução/Justiça Federal)
Uma foto anexada pela Polícia Federal (PF) a uma das ações penais da Operação Lava Jato que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mostra o político e o ex-presidente da OAS José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, juntos no sítio de Atibaia, no interior de São Paulo.
A força-tarefa da Lava Jato apura se a propriedade pertence a Lula. Ela está registrada em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, sócios do filho do ex-presidente, Fábio Luis Lula da Silva. No entanto, a força-tarefa diz que há indícios de que o imóvel pertence ao ex-presidente e de que a escritura apenas oculta o nome do verdadeiro dono.
A imagem foi anexada ao processo que investiga se Lula também é dono de um triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Isso porque, segundo o Ministério Público Federal (MPF), a reforma do triplex foi decidida e feita em conjunto com as obras no sítio em Atibaia. Na semana passada, o juiz Sérgio Moro chegou a questionar Lula sobre as duas reformas, mas o ex-presidente disse que só responderia a questões sobre o triplex, porque os processo são distintos.
De acordo com a força-tarefa, as obras no sítio e no triplex foram pagas pela OAS como propina ao ex-presidente por contratos que a empresa firmou com a Petrobras.
Para a PF, a foto é uma prova da relação de proximidade de Lula com Léo Pinheiro e com Paulo Gordilho, ex-diretor da OAS, que o ex-presidente tinha dito à polícia não conhecer. A imagem foi encontrada em um computador de Gordilho.
A foto mostra que o encontro do ex-presidente com o empresário ocorreu em lugar diferente do que Lula informou em juízo. Em interrogatório a Sérgio Moro, o ex-presidente disse que Léo Pinheiro e Paulo Gordilho, foram até o seu apartamento, em São Bernardo do Campo (SP), para falar sobre a reforma da cozinha do sítio em Atibaia. Em outra parte do depoimento, Lula afirmou que, em 2014, se encontrava com Léo Pinheiro sempre no Instituto Lula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o