quinta-feira, 11 de maio de 2017

MARINGÁ.

Homem tem olho arrancado em crime de homicídio no Hospital Psiquiátrico de Maringá

Homem foi estrangulado e teve um dos olhos arrancados; suspeito do crime é outro paciente, colega de quarto da vítima
Um paciente psiquiátrico foi assassinado na madrugada desta terça-feira (9) dentro do Hospital Psiquiátrico de Maringá. Segundo a Polícia, a vítima foi morta por estrangulamento e teve um dos olhos arrancados. A suspeita é que outro interno da unidade seja o autor do crime. De acordo com o delegado da 9ª Subdivisão Policial, Leandro Roque Munin, na noite antes do crime, os dois internos tiveram uma discussão. Funcionários do hospital relataram que um dos pacientes teve um surto e atacou o colega de quarto durante a madrugada. Membros da equipe médica do hospital contaram que, ao entrar no quarto, ouviram do homem que ele tinha “cometido uma maldade”. Segundo o delegado Leandro Munin, pela condição de paciente psiquiátrico, o autor do crime não deve responder pelo homicídio. “Ele não sofre pena, mas sofre uma medida de segurança. Se ficar constatado que ele é uma ameaça para a sociedade, que não tem recuperação, ele pode passar o resto da vida internado”, explicou Munin. O delegado informou ainda que já solicitou a remoção do suspeito para o Complexo Médico Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. “A carceragem da Polícia Civil não tem condições de abrigar um paciente assim”, justificou. O diretor médico do Hospital Psiquiátrico, Paulo Abdala, disse que os dois pacientes foram diagnosticados com transtornos psicóticos. Ambos já estiveram internados várias vezes no hospital. A direção geral da unidade lamentou o caso. As informações são da RTV canal 38.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o