quarta-feira, 6 de julho de 2011

PROFESSOR É QUEIMADO VIVO EM CURITIBA/PR:

A família do professor de geografia Antônio Carlos de Paula, 49 anos, teve uma triste notícia na tarde desta terça-feira (5). Ele estava desaparecido desde quinta-feira passada e hoje teve o corpo reconhecido pelos familiares. Antônio foi vítima de torturam sendo agredido, queimado vivo e só foi encontrado na manhã de sexta-feira (1º), na região da Vila Hauer em Curitiba, dentro de um carro que já estavam com as chamas apagadas em função da chuva.


Antônio chegou a ser levado para o Hospital Evangélico, mas não resistiu e morreu.
Ele lecionava no Colégio Estadual Ivo Leão, na Cidade Industrial de Curitiba.
“Ele havia acabado de receber o salário e estava muito feliz porque iria começar a dar aulas de filosofia também. Saiu de motocicleta na quinta à noite e não voltou mais”, disse Maria de Jesus, irmã de Antônio que esteve na Delegacia de Homicídios.
Antônio foi encontrado agonizando dentro de um carro na esquina da rua Alcindo Guanabara com Carlos Essenfelder; moradores da região disseram que uma discussão foi ouvida, mas quando chegaram, o corpo já havia sido queimado. Gasolina foi usada pelos criminosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário